Corte de Energia Solução para Prazo 4 horas Religação não Cumprida

On 24 de fevereiro de 2011, in Perturbação Pública, por Equipe Defesa Consumidor
Corte Energia Elétrica - Solução

Corte Energia Elétrica - Solução

Nesse artigo, adequado ao Blog como Perturbação Pública, iremos retratar fatos verídicos da Empresa Eletropaulo contra um dos membros da equipe jurídica do escritório.
Vale ressaltar que os comentários estão em aberto caso a empresa queira defender-se das citações expostas, e que pelo benefício de Direito de Expressão, iremos divulgar o ocorrido, detalhadamente:

Como sabemos a Companhia de Energia Elétrica, EletroPaulo, comercializa seu serviço pela metropolitana Grande SP e através de uma série de propagandas, tanto divulgativas como nas unidades de atendimento, retratam o “benefício” com a expressão “comodidade” da seguinte forma: – “Para sua comodidade, solicite a religação de sua energia em até 4 horas“.

Devemos, antecipadamente, já nos retratar a favor ao corte de energia elétrica ao consumidor inadimplente, porém seguindo as seguintes diretrizes:
- Ter o consumidor atrasado o pagamento em até 60 dias após o vencimento.
- Avisar o consumidor (por telefone, email e/ou correspondência) do dia e hora que a energia será cortada.
- Oferecer possibilidade de parcelamento da dívida ativa para o consumidor inadimplente, sempre analisando o crédito através de sua conduta de boa-fé.

Ocorre que um dos membros consultivos desse Blog, teve sua eneriga elétria cortada pois pagou a conta de vencimento de fevereiro, achando que era de vencimento de janeiro, e por esse erro a EletroPaulo cortou sua energia em 40 dias após o vencimento da primeira conta.

Oras, uma Empresa de tamanho porte, que lucrou R$ 465,8 milhões entre abril e junho de 2010, não possui um sistema financeiro que reconheceu pagamento de uma conta mais recente que a outra? Algo não estaria errado com esse consumidor? Não merecia no mínimo receber o tão sonhado aviso de corte?

Enfim, após o ocorrido, nosso consultor jurídico entrou em contato e fora avisado que em até 4 horas teria a religação da eneriga caso tivesse a conta paga no local.
Essa história de confiança da empresa no consumidor nã existe mais, talvez pelo fato do brasileiro sempre querer tirar vantagem no compromisso alheio, não nos negamos ao fato de muitos usuários terem ligado para empresa solicitando religação, mentindo que haviam realizado o pagamento.

As 21:08 de quarta-feira vencia o prazo para religação e às 21:30 ligamos para saber o motivo do estouro de prazo. Fomos informados que funcionários da empresa compareceram ao local e o Porteiro do Prédio não autorizou a entrada dos mesmos. Oras, por qual motivo que o porteiro deixaria alguém entrar para cortar energia e não permitir o seu religamento?

Pois é, de tanto o consumidor mentir que pagou a conta e ter o beneficio da religação, parece que a empresa aprendeu e agora mente dizendo que foi no imóvel e não consegui entrar.
Foi então que somente no outro dia o consultor jurídico visitou uma das unidades da EletroPaulo, pessoalmente e exigiu a religação, NAQUELE EXATO momento, SOB PENA de CRIME, afinal, poucos sabem que PROPAGANDA não cumprida é Propaganda Enganosa tipificada, através do código de defesa do consumidor, como criminosa.

Nosso consultor jurídico não foi bem recepcionado, e se esse fosse desprovido de conhecimento de tais direitos, talvez ainda estivesse sem energia (luz) em sua residência.

Solução Adotada:

- Caso não haja religação no Prazo estipulado pela Companhia de Energia Elétrica, visite-a pessoalmente, solicite o serviço em caráter imediato e caso negado avise o atendente que irá solicitar a presença de uma viatura policial pois a conduta é tipificada como Propaganda Enganosa e dessa mesma forma deve ser dita ao agente policial, se necessário sua presença.

No caso do nosso consultor, uma vez que tal conhecimento fora exposto, convidou a atendente em comunicar seu supervisor para o que iria tomar como providência, e com a presença desse último, teve seu caso resolvido em menos de 10 minutos, pois uma ligação direta com equipe de rua fora realizada naquele momento.

“O Brasil não é dos espertos, mas dos sábios”
Equipe CDC
codigodefesaconsumidor.com.br

Comentários are closed.